quinta-feira, 2 de junho de 2011

Sobre botas e cílios grandes.

Banho de chuva com os primos rindo de algo que nem aconteceu.
Eu tenho esse primo que desde criança eu só sei achar tudo que ele faz muito belo e sensato e engraçadíssimo, acho que ele é a pessoa que eu mais gosto de estar por perto. Mas acho que existem muitas outras pessoas que são as que eu mais gosto de ter por perto, por exemplo meu irmão, o Dimi, o Luks, o Natão..
Porque sempre existem esses caras fantásticos pra me fazer lembrar que nem todo mundo abandona e não se importa. 
Eu sempre tive essa facilidade em amar, mas mais que isso, sempre tive essa facilidade em dar o meu melhor pra esses amores, que não é muito nem é perfeito, mas eu sempre tento fazer que meus sorrisos aconteçam para eles também.
Pra elas e pra todo mundo que consegue me fazer sentir amada e segura, todos os abraços e cartas, poemas e risadas.
O Natão está longe, todo mundo está, não tem ninguém aqui (exceto esse irmão que dorme comigo toda noite), mas eles estão sempre por perto, sempre na minha cabeça e sempre me fazendo lembrar de tudo que é lindo, e deixar meu coração quente de novo, tem uma lareira com cobertores, chocolates quentes e eles numa sala, todo mundo jogando Imagem e Ação, tipo minha ideia do que seria o Paraíso.

2 comentários:

Mimo disse...

acho vc mtmtmtmt linda

gosto da sua forma simples e innocente de ver o mundo e de notar o prazer nas coisas mais singelas sem deixar que isso tome conta de vc completamente, vc e inteligente tmb *-*

uma especie de amelie da vida real - acho muito facil ser feliz e inocente nao tendo muitas preocupaçoes reais em Paris -

o que te faz muito muito mais valoravel... ñ deixe nunca de ser assim *-*

ps: meu teclado esta desconfigurado e sou uruguaia, ñ consigo escrever certo o pouco que sei de portugues, disculpa :/

Bianca Pisetta disse...

Sabia que você inspira?
Pois é!
Um beijo ferdi!