quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Juro que não morri.

Só ando ocupada demais, com coisas boas demais, desgastantes demais e provocadoras de gargalhadas infinitas demais. Juro que estou viva. Juro que continuo respirando e escrevendo e amando, bebendo, correndo de mãos dadas com o ermãozinho mais precioso do mundo, soprando dentes-de-leão também com ele, passado tempo com gente que amo muito, descobrindo coisas que não sabia sobre minhas próprias vontades, recebendo carinhos e abraços. Juro que continuo existindo e exalando o mesmo perfume adocicado, juro que ainda adoro meus amigos virtuais, desenho, sinto falta de tocar piano em um piano, uso chapéus e perucas, me fantasio e maqueio de maneira não-convencional. Juro que ainda conto tudo pra minha Mama, que durmo sempre abraçada na cama, que vicio em House toda semana. Juro que se não estou mais sempre por aqui é por pura falta de tempo, que a gente arranja entre um bem-querer e outro, entre uma Clarice e um Camões, um bocejo e um professor apaixonante. Juro que não te abandonei, bloguinho! Meus leitores podem ter deixado de existir, mas estou sempre aqui pra você. <3

4 comentários:

Estela Carregalo disse...

juro que não deixamos de existir!

ass: leitora

Luis disse...

Sabe que eu entrei aqui agora mesmo pensando "Será que a Ferdi morreu??" aí me deparo com esse post. Me senti feliz.

Luis disse...

Tá tudo bem agora! (Tinha esquecido disso no primeiro comentário)

Ferdi disse...

Ai, que bom saber que vocês também não morreram <3

Luis, sinta-se sempre feliz e quando passar por alguma dificuldade lembre-se do Entei, e que.. TÁ TUDO BEM AGORA! :D