sexta-feira, 10 de setembro de 2010

E e mais dois.

Medo, conflito, mágoa.
Você não pode machucá-los, não pode continuar se maltratando, não aguenta a omissão.
Tira um peso das costas, coloca outros dois.
Agenda mais cheia do que seria saudável, fazer mil coisas por dia pra não ter tempo de pensar em mais nada.
Quando se tem medo, não fugir não significa estar lá, fugas internas são tão repulsivas quanto externas, mas isso só você sabe.
Consciência, coragem, coração.
Responsabilidade de gente grande pra alguém tão frágil e pequenino, responsabilidade maior que o mundo.
Existe a, b e c. Além disso não existe nada. E tudo que você quer é achar o impossível d.
Você se afoga nas suas lágrimas e respira com dor, até seu cabelo dói cada vez que você inspira fundo. Até suas unhas.
Se prive de você, se prive do seu mundo, prive-se de privar-se, você não merece nem sua humilhação mais dolorosa.
E tudo isso porque você não fez nada.
Parabéns por se esquecer de respirar, parabéns por se esquecer de você..
Nós três agradecemos.

9 comentários:

Mare Patinho disse...

Seus textos estão cada vez melhores! Que orgulho!

BVP disse...

caraca, senti ate um aperto no peito.

Rakeel Ferreira disse...

me identifico com seus textos, adoro ler seu blog (:

bruna disse...

Achei o máximo essas comédias da vida, de sempre tentar fugir sem realmente fazê-lo e de querer o imporssível
Beijos

Flávio disse...

Acabo de descobrir o seu vlog... teve um video em que vc disse que estava feia e, na verdade, era um dois quais vc estava mais bonita!
era só isso... beijo
sucesso pra vc

Maldito disse...

mygod,..me deixou aflito!

Flávio disse...

vc recusou meu comentario??

Cândido ou o Otimista disse...

adoro teu blog
bom este texto.

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

"Se prive de você, se prive do seu mundo, prive-se de privar-se"

Fantástico guria do sorriso LINDO!

Abraços Imundos!