terça-feira, 22 de setembro de 2009

Je t'aime.

So easier talk about deep feelings in other languages. :) Don't ask me why..

7 comentários:

Anônimo disse...

é mais fácil mesmo. Acho que porque numa língua que não é a nossa, estamos sempre tentando explicar algo, nos fazer expressar... e na nossa língua tudo se resume bem com "não há palavras para explicar".
BeiJoW

Anônimo disse...

Odeio anônimos tentando roubar o lugar que é meu, FATO.
Você pode falar até em Húngaro que entenderei, Ferdi.

Ich liebe dish =)

Luh* disse...

Eu gostei disso em! tipoem outra lingua não são todos que compreendem!
beijos

Bluiz disse...

Seu Pequeno Príncipe ficou bacana, parabéns. Agora, desenha-me um carneiro? rs

De fato, balbuciar as dores de amor em outras línguas é sempre mais interessante. Talvez haja, e aí já aproveitando a contenda dos "anônimos", uma espécie de camuflagem, de proteção no anonimato, quase como se existisse uma vergonha em expor a fragilidade tão humana do sofer.
Nossa, que profundo.

Belo blogue, meus parabéns.

Ferdi disse...

Pode ser Jow, mas quando você sabe falar "é inexplicável com palavras" em outra língua não se aplica. Ou sim? hmmm..

HAHAHA, você que é um mané, não está vendo que o post acima foi assinado?
Pode entender, entenda mesmo, mas saiba que não estou falando de você, anônimo, SINTOMUITOPRETENSIOSO,BJS!
E eu sei que você me ama sempre :)

Sim, sim, é quase uma velação do sentimentalismo.

Desenho-te:
.______
|_O_ O_|


Aí está o seu carneiro, dentro da caixa, claro :D hahaha
É, é quase uma negação do que se sente, você pode dizer quenão sabia direito o significado e que foi tudo um mal entendido e..
Ou talvez só sirva pro psicológico bobo de gente insegura.
Muito muito obrigada :D
Feliz em ler, vindo de dono de tão ótimo blog.

117 beijos pra cada um dos 4. :*

Erica Vittorazzi disse...

Q'uest que c'est l'amour?
Je me demande tout le jour
L'amour c'est une choise que parle de quoi?
Je ne sais pas.

É mais fácil e sonoro também.

Adorei!

Ferdi disse...

Dependendo da língua, de fato.
Na escolha do anônimo-anônimo, acredito que não fique mais sonoro, haha.

Francês lindo, e o que é o amor?
Je ne sais pas [2]

:*