domingo, 31 de janeiro de 2010

I just lost my mind.

Um dia estava tudo bem, no outro ele apareceu e junto minha urgência de encontrá-lo. Eu não o conheço ainda, mas nada tem a mesma graça quando não estou "com ele" ou "esperando por ele", o que é triste e patético, eu sei, mas só tem um remédio, um remédio único. Aliás, têm dois, um mais acessível, porém mais imbecil e outro pleno, porém tão difícil. Eu quis tanto sentir isso de novo e por que nessas circunstâncias? Eu não posso falar pra ninguém, ninguém pode me entender. "É tão precipitado", eles dizem, mas eu sei, só eu sei.. Essas febres alucinantes, meu Deus, até emagrecendo eu estou! Ele diz que gosta de ver meu rosto "Ponha o cabelo para trás", ele pede e então eu penso em deixar minha franja crescer novamente, porque assim não teria que por para trás. Ele sorri e diz que sentiu saudade o dia inteiro. Como? Será verdade? Ele me apresenta amigos que dizem "Oh, então é você?" e eu não sei como reagir. Até uma foto do computador ele tirou e disse "Agora eu tenho uma foto sua, aliás, você é minha namorada agora" ele diz rindo e os amigos dele sorriem junto. "Eu senti sua falta o dia inteiro" e diz meu nome com ânsias de apaixonado.. Eu tenho vontade de dizer pra ele não brincar com esse tipo de coisa, mas ele iria embora. Será que iria? Mas como aquilo poderia ser verdade? Será que existe alguém com a mesma capacidade instantânea de amor que a minha no mundo? Será que é ele? Eu sempre sonhei com alguém assim e sempre significa desde que eu posso me lembrar, ele preenche absolutamente todos os requisitos e eu me casaria amanhã, se ele quisesse. Ah, se Londres fosse mais perto de São Paulo..

14 comentários:

Idiota disse...

Há quanto tempo tá acontecendo essa história linda?
Acredita nele sim! Por que não haveriam outras pessoas apaixonadas e com vontade de serem amadas por aí? E todos esses casais lindos que a gente olha e inveja? Eu mesma conheço tantas histórias bonitas e REAIS!
A internet é algo que faz parte de nossa vida atual, não tem mais volta. Por que não poderia ser instrumento pro amor também?

Não somos blogueiras e com tantos amigos por aí que vieram desse canal?
Permita-se...

Um amigo uma vez (assim, doido como nós) falou: "Quando a gente ama, longe é uma palavra que não existe". Kitsch, but true.
Qualquer coisa a gente faz uma campanha "PRO-PASSAGEM INTERNACIONAL PRA FERDI"

Não tava esperando 2 anos pra sentir isso de novo? Então...?

Erica Ferro disse...

Ai, Deus...
Essa tua história tá me cutucando muito. A diferença é que eu 'amo' (acho que amo) calada, mal converso com ele, porque nunca acho que meus assuntos são interessantes. Ele é tão mais... mais do que eu. Penso que me menosprezo assim, mas é verdade que ele é DEMAIS pra mim. Demais...

Um abraço.

P.s: Viver é renunciar (frase clichê). Se escolhemos a direita, perdemos de ir para a esquerda.
Ah, a vida é muito complicada. Ou não; talvez seja tão fácil, que eu não consigo enxergar isso. #refletindo

Tia Augusta disse...

eu sempre vejo uma infinidade de londrinos frustrados. bom, enfim... tb penso assim. por isso me canso das pessoas.

Super V disse...

Amei seu blog! Tudo aqui tá maravilhoso, o layout e os textos que eu li, todos são ótimos, de coração, parabéns! Eu acabei de criar o meu e fiz uma breve apresentação... se você puder dar uma força e comentar dando sua opinião, e se gostar, me seguir, eu agradeço muito querida! Beijos, e continue assim xx

Solange Maia disse...

Impossível não começar a cantar :

"falando sério...
é bem melhor você parar com essas coisas...
de olhar pra mim com olhos de promessa...
e sorrir, como quem nada quer..."

amei.
sua sensibilidade.
suas vírgulas.
tudo.

beijo.

bom ter vindo aqui.
virei seguidora, e fã... risos

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Ai eu imagino como é. No meu caso a distância é menor, mas o caso não menos complicado, sorte pra nós.

Abraços!

Mariah disse...

...se Londres fosse mais perto de São paulo...o que seria da poesia?

Tiburciana disse...

Ferdi minha terrinha é Itu SP

Gian Fabra disse...

continuo acompanhando... mas já sei o final da história... e nem adianta q não conto.
rs
bjs

Natália Corrêa disse...

Vai ver você conhece ele de uma outra vida =D
Eu adoro criar explicações mirabolantes paras minhas loucuras, assim paro de me questionar o tempo inteiro pra viver melhor o que eu tiver pra viver

Sabe?

Erica Vittorazzi disse...

Ferdi, como eu sei isso.

Me passa o seu e-mail que eu te conto sobre estes contos de fadas!!!

Erica Vittorazzi disse...

Ah, e eu me apaixono assim constantemente...

M. S. disse...

Me sinto lendo histórias, que fora do comum, também me aconteceram. Ou também acontecem, se for verdadeira comigo mesma.
O cuidado lhe desejo que tome, mas que com ele, também faça todas as loucuras e de todas as chances para a felicidade te achar.
Achei teu blog por acaso e por acaso também me intrometo.
De um ser humano para outro,seja feliz.

Super V disse...

Isso sempre acontece comigo. Mas a questão é: dá pra evitar?