quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Festividades inesquecíveis.

Festividades inesquecíveis podem custar caro. Dia 23, pela segunda vez, foi inusitado e cheio de ressaca sem bebida. Como lidar com seu jeito inseguro, Fernanda? Queria poder cantar "que se dane meu jeito inseguro" com mais sinceridade, mas não canto ou entendo, não entendo sequer meus questionamentos mudos, minhas lembranças com tapas na cabeça, inevitáveis tapas na cabeça. "Nem tudo que eu faço tem um porquê", mas deveria. Raios e trovões, maldições egípcias. Por quê? Maldição! Eu me ausento, me ausento por uns tempos e sinto muita falta daqui e de vocês, é verdade. Porém, antes do dia 3 estou de volta e atualizo todas minhas leituras.

4 comentários:

Idiota disse...

Ah... sério?
Vou sentir falta dos textos.

Feliz Natal e um 2010 do caralho pra vc, guria!

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Então vai, mas volte mesmo! Quem sabe quabdi voltar já estará cantando?

Rafael disse...

Não demore muito, o seu blog é legal. Terei de cortar minha cabeça caso não volte mais.

Wagner Lopes disse...

Volte logo! :)
Feliz 2010

Ps.: Ja fez a experiência de queimar uma folha de revista?