sábado, 13 de junho de 2009

Jantar literário.

Era pra ser um Foundue Literário, mas não foi. Não perdeu em nada, eu aposto, mas só aposto porque não tenho como provar já que não jamais participei de um. Eu pensei "Família por família, apesar de amar muito aquela outra eu amo bem mais a minha" e então fiquei, sim, com um certo pesar de saudade de minha Lucy, mas também me falta minha família, e o piano, e as conversas infinitas, a poesia.. A poesia! A proposta era um jantar e um sarau em família. A realização foi: Um jantar ultra delicioso acompanhado da melhor conversa do mundo, os melhores sorrisos e até um bom vinho, isso em família e alguns bons amigos, um violão inesperado com outro estilo que independente do meu agrado tinha um sorriso novo que o segurava e me agradava tanto a imagem quanto as palavras e o olhar, um novo alguém e um violão, o piano estava lá como sempre e foi tocado lindamente por ele e arranhado por mim, poesia, muita poesia: Camões, Vinícius, Pessoa, Drummond, Meireles, Neruda, Mendonça. É. Mendonça. Minha poetisa contemporânea preferida empatada com o Caio Fernando Abreu carrega meu sobrenome, é da minha família e me deu o privilégio de ouvir os poemas com entoação de autor. Vestindo letras, pra quem interessar. Então depois ouve o momento do chá. E a despedida pra dali o dia seguinte foi gostosa, voltei com três livros felizes e mais de mil novas perspectivas. Minha mãe e eu no carro, e ela me fez rir de passar mal porque sabe ser mais divertida que qualquer amigo meu, até o melhor humorado, mesmo depois dos quarenta. E então hoje conseguiu, heroicamente, ser melhor do que ontem, que foi um dos dias mais felizes também. De muitos que já fui, foi o primeiro Noitão do HSBC Belas Artes que passei cercada de amigos, não que a solidão me incomode em qualquer momento. Além de passar o dia também em família e ganhar coisas que mais do que coisas são carinhos de mãe.. Eu tenho sorte demais e às vezes esqueço, isso é pecado na minha religião. Acho que vou colar lembretes pela casa: Você é feliz e isso é incontestável! Como uma amiga minha colava na casa dela, mas ela.. ah.. ela faz parte de outra história.

3 comentários:

Katrina disse...

Poxa, me convida prá um jantar desses!

Jenny disse...

Eu fui no da Luí, e fiquei muito contente mesmo, perguntaram a valer de você. :)
E eu sou mega feliz por conhecer duas familias geniais assim, é muita felicidade mesmo. :D

.Um beijão.

Ferdi disse...

Só se você se tornar muito importante pra mim, muito mesmo.
Porque não levaria ninguém menos que MUITO importante, não que as portas não estejam abertas pra qualquer um, se é que me faço clara.

A família da Lucy é linda e é uma uper pena eu não ter ido, é mesmo.. mas.. não pude deixar de ir..

No próximo você e a Lucy irão!

13 beijos pra cada uma.