sexta-feira, 9 de abril de 2010

"Mais um projeto qualquer pra esse caderno" ou "A Espera".

This is not what I'm like, this is not what I do, this is not what I'm like.. I think I'm falling for you..
(The Magic Numbers)
Take me out tonight, when there's music and there's people and nenénacolaaaaaah..
(The Smiths & -uma pequena interverção de- Ferdi)
- Está fazendo cola aí? Perguntou o senhor brincalhão. A menina que até esquecerá o significado dessa expressão olhou-o num misto de surpresa e indecifrável riso enquanto dizia: - Cola? Como se afastará do caderno o senhor pôde visualizar a mulher que ela tentava agora reproduzir: - Ah, não é cola, não.. Disse ele entre sem jeito e brincalhão. Ela sorriu tentando reparar o incômodo que causara e tentou fazer uma voz divertida pra responder: - Não é, não. Então ele repousou a mão pelo menos 50 anos mais velha nas costas da garota e se despediu: - Que bom, que bom, continue. Foi muito bom vê-la. E se foi. Ela escreveu o ocorrido lamentando ter perdido talvez a oportunidade de uma conversa decente com alguém que sabia 50 anos a mais que ela. Em seguida voltou a desenhar, constatando que não era boa com pernas..

6 comentários:

Idiota disse...

Gente de cinqüenta e muitos costuma ser divertida de se conversar mesmo.

Meu chefe-engenheiro é um senhorzinho de sessenta e poucos, muito educado e com boas histórias pra contar...

Bom fim de semana!

bj

Erica Vittorazzi disse...

Sempre vemos as oportunidades depois que elas colocam ãs mãos em nossos ombros... droga!!!


Beijos

Maldito disse...

mas tem um traço todo estiloso,..rsrs

Andarilho disse...

Quem sabe da próxima vez a mocinha não aproveite melhor as oportunidades, não é? Afinal, a gente perde oportunidades pra aprender a não perdê-las.

Erica Ferro disse...

Por que quase sempre a gente só vê a chance quando ela nos dá as costas e vai embora? :(

:*

Olga disse...

nossa, uma situação simples e que acontece sempre parece bem mais ~romantica~ qnd vc a escreve. :)
tb já confundiram mil vzs eu desenhando com cola rs.