terça-feira, 17 de março de 2009

(Des)conhecido?

Ao anotar em meu diário de sonhos me deu vontade de compartilhar minha profunda ternura com vocês. Céu azul com nuvens tão alegremente desenhadas, ar fresco e frio, riacho, toque de mãos, sorriso sincero, tudo perfeitamente, perfeitamente perfeito.. Ele fez carinho nas minhas bochechas com a sua e eu não tive que magoar ninguém. Como num sonho, foi meu sonho.

3 comentários:

Thais Puga®. disse...

Sonhos, quase sempre, tão doces!
Adoro!...

ótimo blog.
bjos

Rodox Barone disse...

Sonhos??? o que dizer deles não é mesmo??? Se não fossem eles?? Sonhar é bom, fazer ele acontecer é melhor ainda e lutar por esses ideiais faz cada vez mais com que nosso sonho seja contemplado no consórcio da vida.

Uma duvida você é Clown?

http://www.proibidoler.com/

Ferdi disse...

Os meus não, Thais, os meus são mais parecidos com viagens de LSD - não que já tenha feito uma, mas ouço relatos - na maioria não há nada de doce. Aliás acho que meus melhores textos estão no Diário de Sonhos, mas jamais publicarei.

ass.: Egoista.


Sonhar é ótimo e engraçadíssimo, hê. (:
Meus sonhos são diferentes dos meus ideais, se estamos falando de sonhos insconcientes, porque veja você me relacionar romanticamente com quem quer que seja na verdade é algo que eu não quero, hoje em dia.

Quem derá, só exercito em aulas de improviso ou interprtação. :/