quarta-feira, 4 de março de 2009

Não sei nomear.

Escrever é uma arte sem título. Você não pode começar um texto partindo do "nome" dele. Porque, se assim você o faz, você terá que se manter fiel a algo e seu texto perderá toda a liberdade de tomar o rumo que bem entender conforme for sendo escrito. Ao mesmo tempo que os meus, que tem total liberdade, acabam por ter tanta, mas tanta, que não sei o que fazer com o campo "Título" do blog. Intitular um texto (antes de escrevê-lo) é podar um texto. Por isso sou tão contra redações temáticas, digo, é claro que pode sair algo bom, quem tem talento e técnica pra escrita tem e pronto. Mas, em redações temáticas se surgir uma idéia que fuja do tema, o que fazer? Descartá-la, seria a resposta óbvia. Mas descartar idéia no meu governo é crime. Crime inafiançável! *O juiz bate seu martelo* - O réu foi condenado a prisão perpétua. - Bem, que crime cometeste para estar por aqui, companheiro de cela? - Eu? - ... - Matei meu pai com um cajado, mas o véio mereceu, mano. E você? - Eu, bem.. me sinto desconfortável de falar nisso.. - Falaí, mano. - É, que, bem.. eu.. fiz uma coisa, eu.. eudesperdiceiidéia. - VOCÊ O QUÊ? - Bem, é, pois é.. desperdicei idéias. :( - Muitas? - Prisão perpétua. E o assassino, indignado, incrédulo, quase chateado, se afasta balançado negativamente a cabeça e pensando em voz alta: - Desperdiçou idéias..

3 comentários:

Estela disse...

Seus textos são geniais, Ferdi. Um caderno seu com vários deles vale ouro. Ou mais que ouro.

Ju disse...

Olá! :) Adorei teu texto, vou seguir o blog e voltar mais vezes para ler os outros..
. Parabéns, escreves muito bem!


Se quiser dar uma passada no meu:

http://amaniadeescrever.blogspot.com/

Bom final de semana!

Ferdi disse...

Estelildis, Estelildis, você me deixa sempre tão feliz ao elogiar meus textos e desenhos sabe quando a opinião positiva de alguém faz diferença?
Pois é. (:

E, obrigada, Ju!
Volte mesmo, ficarei feliz.

Beijos, beijos.