segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Sinto muito a covardia.

Marininha, tenho que te pedir muitas e muitas desculpas, confesso que meus planos eram ser covarde e omitir a verdade de você, digo não contar sobre se você não perguntasse, só porque te amo demais pra te decepcionar. Antes de mais nada quero que você saiba que tudo que estou fazendo é muito bem pensado, eu não perdi a cabeça, na verdade foi a melhor coisa que fiz na minha vida. Mas, bem, acontece que hoje quando você me perguntou eu menti e isso não se faz, muito menos com nossa melhor amiga, eu sei que você vai entender, mas não consegui falar na sua frente porque sabia do seu olhar de decepção e aquilo me mataria, sabe? Enfim, eu sai da ETE e até segunda ordem estou fazendo só teatro. Tomei essa decisão por mil fatores, o principal é que eu precisava ser feliz de alguma forma e me sentia sempre em uma prisão social, triste e depressiva, pequena e covarde, queria morrer de verdade, até que tomei coragem e contei pra minha mãe meus planos: Fazer teatro. Ela que confia em mim e ouviu toda minha explicação me apoiou. Desculpa não ter contado antes, eu tenho muito medo sempre de fazer algo que te desaponte de alguma forma. Eu tenho enfrentado o mundo pelo meu sonho, você foi a única pessoa que não tive coragem de contar, eu sei o quanto é importante o ensino médio e claro que vou concluí-lo em breve, mas eu realmente estava precisando dar um tempo, as coisas estavam muito pesadas em casa na questão meu progenitor, eu me sentia perdendo cada vez mais amigos e precisava me profisionalizar. Você me entende? Desculpa mesmo não ter contado antes e tudo que eu te disse hoje sobre a ETE é verdade, só que em um passado não muito distante, poxa, eu fiquei sem reação, eu sei que deveria ter te dito, foi pura insegurança e medo. É que sua opinião vale demais pra mim, acho que o que você pensa de mim é sempre uma preocupação, quando na maioria das vezes não me importo com o que o mundo pensa. Enfim, sinto muito e de coração espero que você me perdoe.

Não te apóio, mas é claro que eu te desculpo.

Você tem que fazer o que voce acha melhor pra sua vida, já que voce escolheu isso então faça bem feito, só por favor não deixe de terminar de verdade o ensino médio!

Eu espero que voce tenha muita sorte na sua carreira, mas infelizmente a sociedade pede que voce tenha o grau completo até pra ser lixeiro.

Não que isso queira dizer alguma coisa, porque tem gente com muito mais formação que nós duas juntas e tem menos cultura que você sozinha.

Enfim, não se preocupe com que eu possa pensar da sua vida afinal meu lema tem sido: faça o que tu queres pois é tudo da lei. (:

Te gosto muito muito muito. :D

E isso se chama amizade, compreensão e realismo. Eu sempre vou te admirar!

4 comentários:

Juliana Cruz disse...

obrigada pela opiniao sincera, embora nao tao bem fundamentada qto imagina que seja.
rs

cuide-se.

Juliana Cruz disse...

ei, flor....acho que seu blog tá com algum erro, pq até minutos atrás havia um comentário engraçado de um rapaz e um seu além do meu...só pra te avisar...rs

Jenny disse...

Marininha fofinha.
Só vi duas vezes mas sei disso.:)

ps.:comentário engraçado de um rapaz? Engraçado, só se for do Dimi!

ps 2.: oi q ?

Beijos mais um purple pepela.

Ferdi disse...

Só se for do Dimi. [2]
Ah, eu vi sim, pra você ver.. o blogspot já deletou um blog inteiro meu e vive deletando comentários, note que nos últimos textos quase não tenho.
Mas eu não me daria ao trabalho e, bem, não leve pro pessoal, falei apenas a impressão que seu blog me passou.
Sinto muito, mas a impressão que fica é essa, enfim..
Cuide-se também! (:

E Jenny Jen amada, sim, a Marininha é mesmo um máximo e eu a amo, assim como você, que aposto que teria posição semelhante.

:*